Access point

Quer começar a estudar programação mas não sabe por onde começar? Então conheça os melhores cursos de programação do mercado em 2023!

O que é um access point?

Pensa no access point como um hub do mundo digital. Ele é um dispositivo que permite a conexão de dispositivos sem fio a uma rede local. Sabe aquela internet sem fio que você usa no seu celular ou laptop em casa ou no trabalho? É bem provável que venha de um access point.

Basicamente, o access point é como uma ponte que conecta esses dispositivos à rede, permitindo que eles se comuniquem entre si e com a internet.

Maior controle e desempenho

O legal do access point é que ele oferece um controle maior sobre a rede. Com ele, dá para gerenciar quem pode ou não acessar a rede, controlar a largura de banda e até configurar diferentes redes para diferentes propósitos. Isso tudo ajuda a ter um desempenho melhor da rede Wi-Fi.

Tipos de configuração de access points

Existem alguns tipos de access point, vamos ver abaixo os principais:

Access point raiz

O access point raiz é como o coração da rede sem fio. Ele é o ponto inicial de conexão, responsável por conectar toda a rede local à internet. Pensa nele como o “chefão” do sistema Wi-Fi em um espaço específico.

Imagine uma empresa com vários access points espalhados pelo prédio. O access point raiz seria aquele que se conecta diretamente ao modem ou roteador, trazendo o sinal da internet para toda a rede. É como se ele fosse o elo principal entre o mundo online e todos os outros dispositivos conectados.

Esse tipo de access point geralmente tem mais responsabilidades e configurações mais avançadas. Ele precisa garantir não apenas uma boa conexão, mas também uma distribuição equilibrada do sinal para que todos os outros access points na rede possam trabalhar de maneira eficiente.

Access point repetidor

Ele funciona de uma forma bem legal: pega o sinal do access point principal, que às vezes pode estar enfraquecido, e o amplifica. Em outras palavras, ele estende a área de cobertura do Wi-Fi, permitindo que o sinal chegue a lugares antes inalcançáveis.

Imagine uma situação: você tem um access point na sala, mas o sinal não alcança o quarto. Colocando um access point repetidor no meio do caminho entre a sala e o quarto, ele “rebate” o sinal, tornando a conexão acessível em áreas onde antes era fraca ou inexistente.

É ótimo para ampliar a cobertura sem fio, especialmente em espaços grandes ou com muitas paredes que possam interferir no sinal. Mas vale lembrar que, ao usar repetidores, pode haver uma pequena perda de velocidade devido à repetição do sinal. No entanto, para muitos casos, é uma solução simples e eficaz para melhorar a cobertura Wi-Fi.

Bridges

As bridges, ou pontes, no contexto de access points, são dispositivos que funcionam como conectores entre redes diferentes. Elas têm uma função bem interessante: unir redes que usam tecnologias distintas, permitindo a comunicação entre elas.

Por exemplo, você tem uma rede Ethernet (aquela que usa cabos) em um prédio e deseja conectar essa rede a uma rede Wi-Fi em outro local. Aqui entra a bridge. Ela pode ser configurada para receber o sinal da rede Wi-Fi e convertê-lo em um sinal Ethernet para que as duas redes possam se comunicar.

Além disso, as bridges também podem ser úteis para conectar dispositivos que não têm capacidade de se conectar diretamente a uma rede sem fio. Por exemplo, se você tem uma impressora ou um sistema de segurança que não possui Wi-Fi, pode usar uma bridge para permitir que esses dispositivos se conectem à rede sem fio.

Workgroup bridge

Ele atua como um intermediário inteligente, permitindo que dispositivos que originalmente não possuem capacidade Wi-Fi se conectem a uma rede sem fio. Pensa em dispositivos como impressoras, câmeras de segurança ou até mesmo sistemas de automação residencial que só têm a opção de se conectar através de cabos. O workgroup bridge entra em cena para resolver essa questão.

Funciona assim: ele recebe o sinal de uma rede Wi-Fi e o converte em um sinal que esses dispositivos com fio podem entender, permitindo que eles se conectem à rede sem fio como se estivessem fisicamente conectados a ela. É como se dessem um “upgrade” de conectividade para dispositivos que originalmente não têm essa capacidade.

Isso é especialmente útil em ambientes onde a expansão de uma rede sem fio para dispositivos com fio é necessária, proporcionando maior flexibilidade e adaptabilidade para diferentes tipos de dispositivos se integrarem à rede sem fio existente.

Um curso,
uma nova experiência!
Conheça a #formaçãojava

Curso FULL STACK do básico ao avançado para você iniciante em Java Web e Spring Boot REST.

Um curso,
uma nova experiência!
Conheça a #formaçãojava

Curso FULL STACK do básico ao avançado para você iniciante em Java Web e Spring Boot REST.

🚀 Aprenda programação de uma vez por todas!

Precisando aprender programação mas não sabe por onde começar? Conheça agora nosso ranking com os melhores cursos de programação de 2024. Clique no botão abaixo e comece AGORA a dar o próximo passo na carreira.

Perguntas frequentes sobre access point

O que é access point?

O access point, também conhecido como ponto de acesso, é um dispositivo que permite a conexão de dispositivos sem fio a uma rede local.

Para que serve o access point?

Ele serve para possibilitar que dispositivos sem fio se conectem à rede local e à internet, atuando como uma espécie de hub para essa comunicação.

Qual é a função de um ponto de acesso AP?

A função principal é criar uma rede Wi-Fi para que diferentes dispositivos possam se conectar entre si e acessar a internet.

Compartilhe

Conheça os melhores
cursos de programação!

Conheça os melhores cursos de programação do mercado e de um up na carreira.

Rolar para cima