Netflix aumenta arrecadação com cobrança de contas compartilhadas

Tela inicial da netflix em um notebook

Quer começar a estudar programação mas não sabe por onde começar? Então conheça os melhores cursos de programação do mercado em 2023!

A Netflix, conhecida plataforma de streaming, implementou uma estratégia que tem gerado resultados significativos. A empresa decidiu proibir o compartilhamento de senhas entre usuários, uma prática comum que estava impactando sua receita. Com essa mudança, a Netflix registrou um aumento na arrecadação no segundo trimestre.

A decisão, apesar de impopular entre alguns usuários, provou ser benéfica para a empresa. A Netflix ganhou 5,9 milhões de novos assinantes em todo o mundo, totalizando 238,3 milhões de usuários. Isso representou uma reversão da tendência anterior, quando a plataforma perdeu 970 mil usuários.

Impacto da cobrança por contas compartilhadas

A cobrança por contas compartilhadas teve um impacto direto no número de assinantes e na receita da Netflix. A empresa registrou um aumento no número de novos assinantes, especialmente nos meses de maio e junho, indicando que a estratégia foi bem-sucedida.

A receita do trimestre foi de US$ 8,2 bilhões, com um lucro operacional de US$ 1,8 bilhão, dentro das expectativas da empresa. Isso mostra que, apesar das críticas iniciais, a cobrança por contas compartilhadas foi uma decisão acertada.

Novos assinantes e aumento de receita

A Netflix conquistou mais 5,9 milhões de assinantes entre abril e junho, alcançando 238,3 milhões de usuários em nível mundial. Isso representa um crescimento significativo, especialmente considerando que no período anterior a plataforma havia perdido 970 mil usuários.

A receita do trimestre foi de US$ 8,2 bilhões, com um lucro operacional de US$ 1,8 bilhão. Esses números estão dentro das expectativas da empresa e indicam que a estratégia de cobrança por contas compartilhadas teve um impacto positivo na receita da Netflix.

Expectativas da empresa

A Netflix está otimista com as perspectivas financeiras após o lançamento do compartilhamento pago. A empresa espera que o crescimento da receita acelere no segundo semestre de 2023, à medida que a monetização cresce.

A empresa também espera que o crescimento de assinantes continue no segundo trimestre, com um aumento de cerca de 6 milhões. Isso indica que a Netflix acredita que a estratégia de cobrança por contas compartilhadas continuará a trazer resultados positivos.

Cobrança por conta compartilhada

A Netflix lançou o modelo de cobrança por usuário “extra” em mais de 100 países em maio. No Brasil, o custo para incluir um assinante adicional é de R$ 12,90. Com essa modalidade, o usuário extra tem uma conta própria em relação à assinatura, com direito a assistir a filmes e séries em uma tela por vez.

Implementação do modelo de cobrança por usuário “extra”

A implementação do modelo de cobrança por usuário “extra” foi um passo importante para a Netflix. A empresa lançou essa modalidade em mais de 100 países, que representam 80% da base de receita da companhia.

No Brasil, o custo para incluir um assinante adicional é de R$ 12,90. Isso permite que o usuário extra tenha uma conta própria em relação à assinatura, com direito a assistir a filmes e séries em uma tela por vez.

Reação dos usuários e impacto nas assinaturas

A reação dos usuários à cobrança por contas compartilhadas foi mista. No entanto, a Netflix afirmou que a “reação de cancelamento [dos usuários] foi baixa” nos EUA e em muitos outros países.

Uma das razões para o aumento na receita e em assinantes veio após o lançamento de um plano mais barato, com anúncios durante a exibição. A plataforma declarou que 25% dos novos clientes estavam optando por esse plano.

Previsões para o próximo trimestre

Com o aumento na base de assinantes, a Netflix prevê um crescimento contínuo de sua receita para o próximo trimestre. A expectativa é de uma receita de US$ 8,5 bilhões no período de julho a setembro, o que representaria um aumento de 7% em relação ao ano anterior.

Projeções de receita

A Netflix espera uma receita de US$ 8,5 bilhões para o próximo trimestre, o que representaria um aumento de 7% em relação ao ano anterior. Isso mostra que a empresa está otimista com o crescimento contínuo de sua receita.

Planos futuros para a modalidade de assinatura

A Netflix planeja expandir o plano de compartilhamento de senhas para o mundo todo, após lançá-lo em maio para mais de 100 países. A empresa acredita que essa estratégia continuará a trazer resultados positivos e contribuirá para o crescimento contínuo da base de assinantes e da receita.

Esse artigo foi útil para você? 🤔
Deixe seu comentário!

Pedro Galvão

Estudo e trabalho com programação/ tecnologia há mais de 5 anos. Iniciei na carreira de programação como Front-end e migrei para a área de SEO com foco na parte técnica, cuidando da estrutura do site, performance e afins.

Compartilhe

Conheça os melhores
cursos de programação!

Conheça os melhores cursos de programação do mercado e de um up na carreira.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima